<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d7480918\x26blogName\x3dSegredos\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dSILVER\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttps://secretd.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://secretd.blogspot.com/\x26vt\x3d-219320244018389711', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
Segredos..
 

Ouvi dizer

que vou (ou, pelo menos, queria...) ficar ausente por uns tempos... - ou talvez não... depende... De quê? Da vontade... da vontade de voltar... da vontade de ficar...

A cidade está deserta e alguém escreveu o teu nome em toda a parte: nas casas, nos carros, nas pontes, nas ruas...

Em todo o lado essa palavra repetida ao expoente da loucura! Ora amarga, ora doce...

Para nos lembrar que o amor é uma doença, quando nele julgamos ver a nossa cura.

[Ornatos Violeta in "Ouvi Dizer"]

Entretanto... vou ver se me encontro...

Até já...

There

  1. Blogger Hrrada | 21 agosto, 2005 02:38 |  

    Ficaaaaaa! ;)

    Essa música é potente!

    E a frase : "Para nos lembrar que o amor é uma doença, quando nele julgamos ver a nossa cura." sempre ficou a ressoar na minha cabeça... É linda! E bem precisávamos da interiorizar a serio :P

    muaaaaaaa*

  2. Anonymous il | 21 agosto, 2005 03:36 |  

    ...

    relativamente aos ornatos... bom esse bocadinho de nada deve ter sido a melhor coisa que alguma vez o vitor espadinha declamou... ahh saudades dos ornatos...

    quanto ao desaparecer ou aparecer (hum... há um tipo que tem um e-mail assim parecido...) ... bom, segue o que o teu coração te diz! mas fica sabendo que és benvinda, mas se desapareceres... bom nós percebemos, ás vezes é preciso para para pensar!

    beijinhu

    nota: sonha!

  3. Anonymous Anónimo | 21 agosto, 2005 12:14 |  

    Se for melhor para ti, refrescares as ideias para poderes voltar em força, então faz, mas... não deixes de escrever aqui, um pedido que eu e vários que te leiem o fazem.

    Gostei muito desta ultima frase "Para nos lembrar que o amor é uma doença, quando nele julgamos ver a nossa cura"
    Identifico-me muito com ela, e tenho um post, que mais ou menos vai por aí.
    Chama-se "Desintoxicação com morfina…"
    Dedico-o a ti, visto sentires algo parecido com o que eu sinto.
    um grande beijinho, e que te encontres contigo própria.

  4. Blogger Kyia | 22 agosto, 2005 11:46 |  

    Lipa essa frase também matutou sempre na minha cabeça... vem como quem não quer... ouvimos assim... e de repente estamos já noutra mas a pensar no "raio" da frase! Por ser verdadeira... ;)

    il comecei a ouvir ornatos a sério por tua causa... :p Quanto a aparecer e desaparecer... temos dias pra tudo... Mas não consigo ficar muito tempo longe deste cantinho... (vício? Talves!)

    thexfile99 não consigo deixar de escrever aqui... por muitas asneiras que me saiam da boca (ou dedos, whatever!)... não posso dizer que me encontrei comigo... mas um encontro com pessoas fantásticas como as que conheço pode fazer milagres! Bigada!

    Beijito a todos!**************